É preciso saber diferenciar

A frustração dos cidadãos com o dinheiro investido na Copa é válida. Da mesma forma que os sonhos dos jogadores também são. Eles recebem salários exorbitantes, que na verdade também geram revolta, mas são seres humanos, pessoas, como qualquer um de nós. A bola rolando, o árbitro apitando, a torcida vibrando em uma Copa do Mundo é sonho de milhares de jogadores, jornalistas, torcedores, espalhados por todo o mundo, que poderão ou não estar presentes.

É, futebol muitas vezes parece uma grande bobagem. Mas quem convive , trabalha e ama este esporte conhece e reconhece os benefícios espirituais, as lições de vidas, os movimentos sociais que o mesmo faz crescer; O sorriso de uma criança em uma cama de hospital ao receber uma camisa do seu ídolo, a visita de um pequeno garoto com uma doença grave ao local de treinamento da seleção canarinha, que se emocionou e mexeu com cada atleta. O olhar daquela outra pessoa, outra criança, um adulto que está com os dias contados mas faz questão de lembrar do gol que aconteceu em determinada data, hora e que fez nascer felicidade em seu coração. O esforço pra alcançar uma simples taça, que aos olhos de um jogador sonhador, se transforma em vida.

Imagem

E porque não falar em redenção? Sim… refiro-me ao goleiro escolhido por Luis Felipe Scolari. O arqueiro que não é unanimidade, mas conta os segundos pra esquecer o erro na última competição. O sonho de um cara polêmico, um rapaz chamado Neymar, não amado por todos, mas que como qualquer jogador, necessita de apoio. Thiago Silva, Paulinho, David Luiz, Marcelo, Daniel Alves, Jô, Bernard, cada um com um desejo na mente, um sonho no coração, uma expectativa tremenda de honrar a seleção mais vencedora do mundo. Caros, nenhum jogador presente em QUALQUER seleção tem culpa no planejamento mal elaborado do Brasil. A vaia e o vandalismo contra quem também é vítima não vai adiantar.

É certo exigir mais do nosso governo, que tanto prometeu um evento grandioso e nos envergonha com estádios inacabados, perguntas sem respostas, problemas e mais problemas. Mas a Seleção Brasileira não tem nada a ver com isso, o torcedor brasileiro também não. Vai cumprir o seu papel, representando o país, dentro do nosso país. É preciso saber separar. Não é vaiando a seleção que a paz, a segurança, a saúde e a educação vão avançar. Isso depende de duas coisas: O seu dedo e a sua mente. Cuidado nas eleições deste ano. 

Juntos somos mais fortes. Salve a seleção!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s